Comendo o cunhado discreto e safado – Parte 2

          Depois do banho fomos para o quarto,deitei ele de bruços na cama,apertei aquela bundinha grande e macia como a de um bebê,que agora seria só minha! Dei uns tapas e ele soltava uns gemidos! Vi aquele macho que pegava a minha irmã,se entregando pra mim,como uma menininha! Me olhava com aquele olhar de “Me come logo”. Fiz ele chupar o meu pau de novo e fui pra trás dele e comecei a passar a lingua naquele cuzinho lizinho,ele rebolava na minha lingua! Até que ele me disse que aquela era a sua segunda vez que ele dava,eu não me importei,queria mesmo é comer o meu cunhado discreto, até que o celular toca ao meu lado,não queria atender,mas o fiz assim mesmo,ainda bem, porque era a minha irmã: _Oi maninho! _Oi mana o que foi? Vc não deveria estar na escola?? Dizia eu pra ela enquanto tentava penetrar um dedo no seu namorado! _Deveria,mas não teve todos os horário! Reuniões dos professores! _E vc já vem pra casa? _Sim! Liguei pra casa do Kevin e a mãe dele disse que ele ainda estava aí,liguei só pra avisar! e cadê ele? _Ah,ta bom! Ele está lá na sala assistindo,estou aqui no quarto deitado! _Ta bom,já estou chegando aí!

         Ela desliga,nisso nós dois damos um pulo da cama,corremos em direção ás nossas roupas,nos arrumamos,e sentamos no sofá como dois cunhados santos e comportados,mas antes ele ainda dá uma apertada no meu pau por cima da calça de futebol! Não demorou uns 7 minutos e ela chega! Estávamos ali assistindo,como se nada estivesse acontecido. Ela se arruma e vai pra casa do dele com ele,depois disso eu e Kevin não nos falamos mais,pois um dia depois arrumei um emprego enquanto as aulas não começavam! Passava o dia trabalhando e de noite chegava cansado! Até que um domingo de tarde recebo uma ligação,era o Kevin me chamando pra ir pra um banho um pouco longe da cidade,mas que era muito frequentado! Ele chamou a minha irmã,mas ela não quis ir,estava naqueles dias! Ela me mandou ir,e eu aceitei prontamente,já imaginando o que iria acontecer! Ele chegou em uma moto grande,que era do seu pai eu subi e fomos em direção á uma estradinha de terra,quase deserta,só se via floresta, e nós sem trocar uma palavra,,mais afrente,a estrada se tornou um pequeno caminho,e pra chegar no banho,tínhamos que continuar a pé,descemos e fomos conversando sobre diversos assuntos!

          Até que me deu vontade de mijar,me virei para o mato e tirei o meu pau,ainda mole,ele também fez o mesmo! Até que ele disse: _Será que eu ainda tenho chance de chupar ele? Estava olhando para o meu pau,e eu disse: _Claro,que sim se vc quiser,Mas vc tem que liberar o de trás pra mim. E ele concordou. Ele abaixou mais a minha bermuda,e chupou o meu pau por cima da cueca,levantou a minha camisa,lambeu o meu tanquinho e a minha tatuagem de dragão ia baixando a minha cueca,até que me lembrei que estávamos no meio do caminho,alguém poderia ver! Entramos mais pro mato,mas não muito longe da trilha. ficamos debaixo de uma árvore,aí sim, tirei a minha camisa,peguei na sua nuca,forçando-o a beijar a minha barriga tanquinho,ele percorria cada centimetro com a sua lingua,Tirei a minha bermuda,fique só de sunga! O levantei e fui tirando a sua roupa,até deixa-lo de sunga também! Deixando á mostra seu belo tanquinho também! Nos abraçamos,até que ele me Beijou de lingua e retribuí, Mandei ele abaixar pra chupar o meu pau,ele baixou devagar a cueca e meu pau pulou pra fora batendo na barriga,já todo babado,Ele começou,chupou devagar,depois foi aumentando o ritmo,depois de 20 minutos no boquete,chegou a hora de meter o pau no meu cunhadinho safado! Não queria perder nem mais um minuto!

         Tirei a sua cueca,o botei de 4 e lambi o seu cuzinho,forçei um,depois dois, até 3 dedos,lubrifiquei bem o Anel,fiz ele lubrificar o meu pau de 18 cm,branquinho,cabeça rosa! Tirei a camisinha da minha calça,mas ele disse que queria que fosse sem camisinha,queria sentir o meu pau entrando do seu rabo! aceitei! Me ajeitei atrás dele e pincelei, o provocando,finjia que ia meter,mas tirava e ele já quase doido,me pedindo pra meter,que não aguentava mais esperar,queria sentir o meu pau dentro dele,fui forçando devagar,senti o meu pau rasgando novamente aquele cuzinho,pois fazia tempo que ele tinha dado pela primeira vez! Vi a glande sumindo pouco a pouco,ia abrindo caminho! Fui dando pequenas paradas e fazendo carinho e beijando a suas costas! Até que senti o meu pau todo dentro,vi sua cara de dor e de felicidade ao mesmo tempo,fiquei uns 2 minutos parados até ele se acostumar, minutos depois comecei a bombar! Bombei devagar,fui aumentando as estocadas,aumentando,até que aquele cu já estava acostumado com o meu pau,ele me mandou fuder forte,eu o tirava todo de dentro e metia sem dó!

          De onde estávamos,dava pra ver as pessoas passando pelo caminho em direção ao banho,mas não dava pra eles nos verem! e isso nos excitava mais! ficamos assim,eu dava tapas na sua bunda que ficava vermelha eu apertava,mordiscava a sua orelha,metia a lingua,beijava a sua nuca o fazendo delirar,o abraçava colando seu corpo ao meu! O coloquei de frango assado,meti sem pena,ele batia punheta,nossos corpos suavam um em cima do outro,ele revirava os olhos de prazer e me chamava de seu macho! _Quer pica minha putinha? _Sim meu macho! Sempre quis esse pau gostoso atolado no me cu! Ja batu muita ponheta pensando nele. _Não precisa mais sonhar,esse pau é só teu,cunhadinho viado! Esse cu é meu? _ Sim é só teu! me fode. Eu o fodia violentamente,como um bom macho fode uma fêmea,e o olhei nos olhos e o beijei enquanto me movimentava,o barulho dos nossos corpos ecoava pela floresta! Mandei ele sentar em cima e ele cavalgava,obedecia,rebolava,alisando a minha barriga,mudamos de posição,nos levantamos e mandei ele se apoiar no galho da árvore,o fodi por muitos minutos,levantei uma perna e meti o pau naquele cuzinho,ele disse que estava gostoso e não queria que aquilo acabasse,eu anunciei que ia gozar,ele mandou eu gozar na sua bundinha!

          Alguns segundos depois eu gozei,muito dentro dele e deitamos e eu caído em cima dele,meu pau amoleceu e saiu por si só,depois de 5 minutos levantamos e vi que ele não tinha gozado,seu pau tava meio duro,por instinto me abaixei e abocanhei o seu pau,essa foi uma das poucas vezes que fiz um boquete,lambi o seu tanquinho ,só queria saber de retribuir o prazer que ele me proporcionou,ele arregalou os olhos surpreso,eu meio sem jeito chupei,até ele gozar,fora da minha boca é claro! Nos vestimos e fomos pro banho,na volta! Tranzamos de novo,só que mais rápido,pois estava escurecendo! Depois desse dia passei comer ele toda vez que eu tinha a oportunidade,ele come a minha irmã e eu como ele,A minhã irmã e ninguém desconfia dele,não sabem que o Kevin,o meu cunhado,de vez em quando,vira a minha putinha! Mesmo eu estando namorando e ele também!!! Pena que tenho que voltar a estudar! e reencontrar a minha outra namorada que deixei na outra cidade! Sou assim mesmo,meio safado

Se perdeu a primeira parte, confere AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *